sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Não se iludam com a farda...

 O descaramento é tanto que já nem disfarçam!
Caros, desde sempre nutri simpatia pela carreira das armas e uma profunda admiração pelos militares patriotas. A crise política que o Brasil tem experimentado desde a fase final da presidência Dilma Roussef tem trazido boas surpresas em relação às lideranças militares, com destaque para a actuação do General Villas-Boas, que se tem revelado um homem extraordinário numa conjuntura extremamente difícil. O que está em jogo não é apenas a estabilidade política do Brasil, mas a própria paz interna e a soberania.
No meio disso tudo, eis que um general age irresponsavelmente e mete lenha na fogueira que o General Villas-Bôas tem tentado, numa posição difícil e com recursos limitados, apagar. Sugiro a todos que ouçam com atenção os trechos da palestra recentemente proferida pelo General Mourão numa loja maçónica disponibilizados no vídeo abaixo. Quanto ao deputado do PSOL que revelou estes trechos, peço para que não liguem para o mensageiro, mas apenas para as palavras do general, afinal, o próprio PSOL é um partido internacionalista que promove a polarização dos brasileiros com a sua agenda "fracturante" e trabalha pela erosão da soberania:

Há algum tempo ouvi o mesmo tipo de discurso da parte de um procurador imberbe de nome Deltan Dallagnol. Nada de especial, afinal, o judiciário foi tomado por caipiras arrivistas e não se pode esperar muito de um elemento com nome de purgante. Porém, escutar isso de um general é gravíssimo. Houve tempos em que este tipo de militar era discreto e se revelava apenas na reserva, normalmente representando obscuras firmas israelitas e americanas em negociações de venda de sucata a preço de ouro para as forças armadas brasileiras. Enfim, já não há pudor!

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Para quê estudar Metternich ou Bismarck quando temos Joice Hasselmann?


 Joice tem razão!

Não vou discutir o tom e a cadência infantil da expressão da infame jornalista, e nem sequer a descarada falta de respeito à deontologia, chegando esta a afirmar sem corar ser uma “amiga do coração” do entrevistado (com direito até a fazer um coraçãozinho com as duas mãos), perante o qual se colocou como testemunha de defesa, ou mesmo as dezenas de artigos que ela plagiou de colegas, afinal, isso é do domínio público. Me limitarei a discutir os insights de geopolítica dessa “dona de casa empoderada”.

É verdade que desde há muito as olavettes nos têm acostumado ao pior, como nos provam Allan "Endrogan" dos Santos, o tomista responsável pelo “Curso  de Introdução Básica ao Tomismo”(sic), Thomas Giuliano, o Heródoto do olavismo, especialista na “Bélêpokê” (não confundir com Pokemon), assunto que deve ter investigado enquanto estudou em França (pela pronúncia do seu francês, provavelmente numa kebaberia gerida por cingaleses), ou  Bruno Garschagen, o tipo da gravatinha borboleta que escreveu uma obra já esquecida baseada no "cliché olaviano" da paralaxe cognitiva, o tal conceito que Olavo "desapropriou" aos marxistas e transformou em arma de arremesso dos gorilas da direita na guerra contra os chimpanzés da esquerda. 

Os tais insights de geopolítica de Joice Hasselmann merecem ser destacados pois já entraram, cum laude,  para a antologia dos piores momentos do jornalismo brasileiro, competindo com a famosa aula de Alborghetti a respeito do “Rei Xanxas e da invasão comunista na Grécia”. Vejam a entrevista recente dela a partir de 8:54min:


Graças ao superior intelecto de Joice, ficamos a saber que “tem que mandar essa Coreia do Norte para o inferno”, e que Kim Jong Un “é um louco, um ditador maluco e se precisar jogar uma bomba na cabeça dele, joga uma bomba na cabeça dele e acaba com isso”.

Palavras para quê? Isso daria um volume. Mas talvez eu a tenha entendido mal. Se “acabar com isso” significa começar uma guerra mundial, sabendo que um ataque contra a Coreia traria a reboque uma guerra com a China e com a Rússia, então Joice tem razão, ainda que se trate de uma tautologia. Uma bomba na cabeça dele acabaria de facto com isso.

Diante de tanto conhecimento das coisas do mundo e instinto para a geopolítica, pergunto: Para quê estudar Metternich ou Bismarck quando temos Joice Hasselmann?

domingo, 24 de setembro de 2017

Artigo Recomendado: Herdeiro da CR Almeida, investigada na Lava Jato, bancou Olavo de Carvalho nos EUA, diz ao DCM filha do guru da extrema direita

O jornalista Pedro Zambarda de Araujo está de parabéns por romper o silêncio decretado em torno de Heloisa de Carvalho, filha mais velha de Olavo de Carvalho e autora da famosa carta que ele deseja censurar*, numa entrevista da qual transcrevemos as partes que julgamos relevantes:



terça-feira, 19 de setembro de 2017

LARGA A MÃO DE SER BURRA





A Carta Aberta a um Pai,de Heloísa de Carvalho Martin Arribas para Olavo de Carvalho, publicada neste blog no dia 16 de setembro, causou uma enorme repercussão nas redes sociais e acabou se alastrando por grandes sites de notícias. 

A Revista Veja ofereceu espaço para que Olavo de Carvalho se defendesse das acusações feitas por sua filha na Carta. Seu grande trunfo parece ser o depoimento de um de seus filhos, o marcheteiro Davi de Carvalho, cujo trabalho já foi analisado aqui em dois posts: Marchetaria Gnóstica e Encomenda Empolgante.
Conforme se lê na matéria da Veja:

O artista plástico Davi de Carvalho foi um dos filhos do filósofo que se manifestaram no Facebook a respeito da carta assinada pela irmã. “Meu pai nunca apontou uma arma para a minha cabeça, e também nunca o vi apontar uma arma para qualquer outra pessoa. As armas que ele me mostrou, foram entregues por ele nas minhas mãos, para que eu mesmo pudesse atirar no shooting range que havia na casa dele na Virgínia”, escreveu ele.

Temos aqui então testemunhos contraditórios de dois de seus filhos. Na dúvida, perguntamos à Sra. Heloísa se ela conhecia algum familiar mais isento que poderia ser o fiel dessa balança consanguínea.
Ela prontamente atendeu ao nosso pedido, apresentando-nos o perfil da Sra. Beth Steffen, prima de Olavo de Carvalho por parte de mãe. 





A Sra. Steffen costuma frequentar o perfil da Sra. Heloísa, por vezes apontando erros de ortografia e gramática – que, por outro lado, tampouco parecem ser o grande forte da Sra. Steffen– ou tentando amenizar a tensão entre filha e pai. 

Aqui está um exemplo, entre vários que podem ser encontrados, em que ela defende o primo famoso:





Percebam que, nessa postagem pública, ela não diz que Olavo de Carvalho não cometeu nenhum dos atos recrimináveis que lhe são imputados pela filha. Ela inicia e logo diz que “Todos têm o direito de errar e se redimir com o passar dos anos...”. 

Mas a Sra. Steffen pode ser ainda muito menos dúbia quando em mensagens privadas. É o que a Sra. Heloísa demonstrou ao nos oferecer cópia da troca de mensagens que teve com a parente através do aplicativo Whatsapp na data de ontem.

Destacarei os trechos da conversa que nos parecem mais relevantes segundo nossa finalidade, mas a íntegra pode ser verificada abaixo, nas cópias printscreen:

Às 17:21, a Sra. Steffen (identificada na conversa íntima como Beth) diz:

"É que você escreveu coisas horríveis sobre a sua vida também".

Às 17:22, a Sra. Heloísa diz:

"Sim, mas são verdadeiras".

No mesmo minuto, a Sra. Steffen admite a veracidade das acusações da Sra. Heloísa:
"Eu sei que são verdade, mas o que você acha que resolve? Eu sei que foi difícil a sua vida, mas você já cresceu. Pula isso sem mágoa.

Às 17:25, a Sra. Steffen se refere à acusação, feita por um perfil no Facebook – mais tarde comprovadamente falso - e que foi repassada e corroborada pelo próprio Olavo de Carvalho, de que, entre outras coisas, a Sra. Heloísa teria problemas com bebida:

"[Disseram] que você gastou o dinheiro que ele te deu com bebida. Me entristece saber disso!”
No mesmo minuto, a Sra. Heloísa responde:

"Beth, falaram até que eu já fui internada no hospício. O que é isso, Beth? Larga a mão de ser burra!"

Ainda no mesmo minuto, a Sra. Steffen admite:

"Sim, não que seja vício. Aí te desmoralizaram”.

A Sra. Steffen pode até vir a “largar a mão de ser burra” um dia. Mas, infelizmente, temos certeza de que muitas olavettes insistirão em permanecer empedernidamente idiotizadas mesmo após ler esse testemunho. 

Fiquem abaixo com a íntegra da conversa.












segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Olavo de Carvalho com o rabinho entre as pernas

Júpiter devorando um filho. Goya*



Repentinamente, eis que uma tal de Lu Arianov aparece do nada e resolve atacar Heloisa de Carvalho publicamente. Pouco depois o mesmo texto é partilhado por Olavo de Carvalho:


O estilo da tal Lu, que segundo Olavo é filha de uma ex-aluna que vive em Brasília e todos os dias vai a Atibaia, é bem familiar, e o perfil da suposta filha de uma ex-aluna era tão tosco que em poucos minutos achamos uma fotografia igual na net. Mas desta vez não somos apenas nós que estivemos atentos. Felizmente, a gravidade do caso Olavo de Carvalho começa a ser percebida por muitos jornalistas e estes também estão de olho:

Olavo de Carvalho usa perfil no Facebook com foto fake para contra atacar sua filha


Logo a seguir a ter sido apanhado em flagrante num truque tão óbvio, o tal perfil que apareceu do nada voltou a desaparecer e Olavo partiu para outras formas de ataque. Por enquanto, seus asseclas já conseguiram bloquear a conta de Heloisa de Carvalho e a estão assediando com ofensas e insinuações de todo o tipo. Nada demais para um pai que, descontrolado emocionalmente, apontou uma arma na cabeça dos filhos. Ah, se ele pudesse apagar esse arquivo impunemente! Tarde demais para isso, mas devemos sempre contar com a estupidez e maldade de Olavo e dos seus cúmplices e paus mandados.



* Peço perdão pelo lapso, que juro não ter sido propositado, ao escrever Júpiter, que por acaso foi o nome da escola de astrologia do Olavo,  ao invés de Saturno.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

A misteriosa malinha do "filósofo" Olavo de Carvalho

Segundo as fontes, era menos colorida que a da fotografia.

Ao longo destes anos de investigação a respeito das actividades de Olavo de Carvalho, nos deparamos com coisas tão absurdas que acabamos por censurar a maior parte do que descobrimos para manter o foco, por pudor e também porque temos consciência de que se trata de material tão "pitoresco" que a maioria das pessoas ficaria perplexa e céptica, afinal, é difícil acreditar (ao menos para quem não conhece bem a História) que um personagem em tal posição pode ser tão "excêntrico". São episódios e factos ao nível do famoso "Incidente da Barca Egípcia", ocorrido nos tempos em que Olavo ficou conhecido como "Faraó de Pinheiros".

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Lançado - Anúncio importante: Leilão beneficente de pingente com o primeiro dente de leite caído do “filósofo” Olavo de Carvalho - Lançado





Desejo anunciar, com toda a solenidade que a ocasião requer, que no dia 20 de Setembro será lançado um leilão beneficente de um pingente de ouro com o primeiro dente de leite caído do filósofo Olavo de Carvalho. A relíquia será vendida pela filha mais velha dofilósofo, Heloisa de Carvalho, no EBAY, e a data de encerramento do leilão será o dia 30 de Setembro. 

O objectivo do leilão é ajudar a filha do pródigo Olavo de Carvalho a sobreviver nestes dias difíceis, já que a mesma, que cuidou da recém falecida avó paterna, a mãe de Olavo de Carvalho, que entretanto estava demasiado ocupado em homenagear a si próprio, promover o filme/hagiografia de si próprio e exibir a construcção da sua nova casa nos EUA (além de difamar seus adversários nas redes sociais e discorrer a respeito de temas elevados até no próprio dia em que a mãe faleceu), não somente não recebe ajuda nenhuma do pai, como até foi lançada numa “espiral do silêncio” pelo mesmo enquanto é atacada covardemente e virulentamente pelos sicofantas, hetairas e catamitas do guru. 

Enfim, é uma oportunidade de ouro para todos. Vejamos:

1 – Para as olavettes não constitui apenas uma relíquia digna de um Gongá, ou melhor, um altar negro com uma virgem negra e um copinho, mas é sobretudo uma possibilidade de impedir que o dente caia em mãos erradas. Garantimos que o painho vai ficar contente e com certeza até vai homenagear publicamente o pau mandado num post nas redes sociais.  

2 – Para os inimigos, especialmente para os inimigos também envolvidos em “estudos sobre religiões comparadas”, é uma oportunidade única para recolherem um pedaço do drombo de forma a, utilizando o jargão da seita olaviana, “rezarem pela sua alma” de maneira mais eficaz.

3 – Para os investidores também é uma possibilidade de negócio pouco desprezível, afinal, o filósofo não vai durar muito tempo e todos sabemos como esse tipo de memorabilia ligada a figuras da cultura de massas valoriza após a transmigração  delas. Mais valioso que isso, no que toca à “olaficción”, só o famoso carrapato que o deixou todo torto.

O leilão foi lançado. Cliquem abaixo para acederem ao leilão no EBAY. Boa sorte!

Primeiro Dente de Leite do Filósofo Olavo de Carvalho



Da necessidade de se expor e destruir o pasquim "Observador"

 Caso para dizer: não deiteis arroz aos porcos.

Já vivi o suficiente para entender como a imprensa corporativa aqui em Portugal, toda ela um veículo de propaganda (à esquerda e à direita) baseada em meias verdades, vai se renovando à medida que o público percebe que foi novamente enganado. Quando o último pasquim "independente " de referência perde toda a credibilidade, eis que um pau mandado qualquer recebe recursos para fundar um novo pasquim, com uma nova cara e um novo estilo jornalístico, de modo a continuar a enganação. Foi assim com o Independente, com o Público, com o Sol e agora é a vez do "Observador".

Sem boa inteligência, qualquer guerra está perdida, e não é por acaso que hoje Portugal é uma nação sem soberania, ou melhor, é uma feitoria gigante. Enquanto as pessoas se deixarem enganar, todos os seus esforços se voltarão contra elas próprias graças às técnicas consagradas pelos engenheiros sociais. Nossa situação, por acaso, pode inclusivamente ser resumida na genealogia do primeiro-ministro e do director do pasquim em questão. 500 anos depois de termos descoberto a via marítima para a Índia, dominando essa rota por um século, o que é um feito ainda não igualado na história mundial, temos um intocável por primeiro-ministro e outro intocável por director do maior pasquim de oposição. 

Nada teria contra isso se ao menos estes cristãos do arroz fossem dignos da sua posição e da nossa estima, mas para além de não o serem, ainda por cima nos insultam tomando-nos por imbecis. No caso do primeiro-ministro, basta uma análise das contas públicas, da balança comercial, da balança de pagamentos e da nossa dívida pública para concluir que estamos diante de alguém da mesma casta do proprietário do famoso restaurante Made in Correiros. No caso do director do pasquim, bastará uma passagem de olhos para chegar a essa conclusão. Alguns exemplos:

Putin, o maior inimigo dos europeus

Stephen Hawking “deteta” sinais de vida numa galáxia anã

Descoberta super-Terra onde pode haver vida para lá do Sistema Solar

A 363 anos-luz, o misterioso planeta que não devia existir

Se todos fossem como os portugueses, recursos do planeta acabavam

Afinal, quais são os cinco planetas onde pode haver vida?

 Exoplanetas. Que mundos são estes onde pode haver vida?

 “Patriota e nacionalista”. Quem é Óscar Pérez, o autor do ataque de helicóptero na Venezuela?

  

Propaganda neo-con descarada temperada por notícias de homenzinhos verdes. Só faltam os reptilianos. A continuar assim, começarei a acreditar que vivemos mesmo no Kaliyuga...