quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Brincando ao Lobo Mau


O comportamento errático do elemento conhecido por Lobão e do seu guru, o astrólogo Olavo de Carvalho (Sidi Ibrahim Muhhamad), pode parecer fortuito quando limitamos a análise aos dois, porém, sabendo que estamos diante de duas criaturas previsíveis, tal comportamento errático, que se estende a toda a direitinha sionista,  é mais do que esperado por aqueles que mexem os cordelinhos mais acima (designados investidores daqui em diante), acostumados há gerações a aproveitar o potencial da escória da humanidade.  

Para os investidores, quanto mais desorientado e assustado estiver o público alvo, melhor, pois disso resulta uma maior frustração, factor essencial para se despoletar uma guerra civil. Em tal contexto, também é natural que o espírito de facção ganhe espaço pois só na segurança do grupo se encontra algo certo, algo que pareça escapar ao contingente. É algo sofisticado, sem dúvida, mas não poderia esperar menos dos investidores: basta olhar para a Ucrânia e para o Médio Oriente para saber ao que me refiro. E, ao contrário do que pensa a maioria, estou convicto de que o potencial de auto-destruição do Brasil não fica muito atrás do que encontrávamos nas regiões mencionadas antes das tais primaveras. Por altura da secessão do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, as melhores mentes brasileiras temiam a haitização da nação, e parece que o cenário que estão montando para o Brasil passará por algo análogo, e a semente lá está. 


Vale a pena observar a evolução de Lobão pois, apesar de ser uma figura pública, não passa de um peão ao nível do homem da rua, apenas um bocado mais bem pago. A trajectória do mesmo pode abrir os olhos dos que ainda não entenderam como os brasileiros foram e estão sendo fisgados como peixes. Há alguns anos, Lobão foi um entusiasta de Lula e de José Dirceu, o homem no PT que possui contactos em Cuba e com os investidores do grupo Carlyle, por via dos grupos portugueses que investem no Brasil e estão sob a alçada desse bando. Reparem no comportamento do cavalheiro na altura, e na semelhança com o comportamento dele nos dias de hoje:


Mudaram os nomes, mas a história é a mesma... Anos mais tarde, desiludido com o que agora, muito justamente, denuncia como uma máfia, Lobão cai no mesmo truque. Depois de fazer tudo o que se esperava dele, os investidores resolveram fazer algumas alterações no curso seguido mas esqueceram de avisar o Lobão, ou melhor, o guru Olavo/Sidi Muhhamad, e assim chegamos à seguinte situação:


Lobão não percebeu nada do mundo, mas o guru, apesar de ter percebido, não é muito melhor (mas ao menos não arrisca a pele inocentemente). Todavia, nada disso deixa os senhores do mundo descontentes com serviço providenciado pelo astrólogo que encontrou a oportunidade da vida graças ao facto de matar sacrificar galinhas de Angola e gatos como ninguém, chamando a atenção de Schuon. Eles já sabem com o que podem contar e é bom ter idiotas impulsivos e desastrados trabalhando a esse nível para confundir os que lhes dão crédito, ou seja, os mais idiotas entre os idiotas. No meio disso, voltando ao senhor da Vida Bandida, já até dá para ficarmos com pena de Lobão, cujo papel nisso tudo me faz pensar noutra canção. Reconheço que Lobão tem se mostrado um artista notável no papel que lhe coube, ainda que desconheça o guião. Se acabar em tragédia, tanto melhor. Um mártir vale mais que um idiota vivo, como bem sabiam os "amigos" de Che Guevara. 

Correndo em direcção ao abismo, Lobão voltou a dar a cara numa manifestação, o que não deixa de ser louvável, ainda que idiota, onde o principal beneficiado, ao nível dos nomes que transparecem para o público, é o Sr. Aécio Neves, um cavalheiro cujo nome está ligado a transacções obscuras envolvendo valiosas especiarias. O mesmo, cuja presença era esperada na manifestação, agiu como foi instruído e ficou na praia com a bela modelo que adquiriu para esposa e progenitora dos seus descendentes. Enquanto isso o guru está tranquilo na Virgínia, longe da justiça brasileira, incitando a nação a uma guerra civil e dando corda para o tolinho, apesar de ser ele próprio um tolinho, mas um bocado mais avançado na carreira de vendilhão da pátria armado em patriota. O velho oakwoodwolf não dá duas sem três... Apesar de não estar ligado a transacções envolvendo cifras tão volumosas quanto as ligadas à Aécio, ele também não perde tempo e vai jogando as suas cartas. Já são muitos anos de escola e o currículo passa por todo o lado, inclusive a world wide web:



Agora só usa a rede para comprar, afinal, aprendeu a dar cursos... Temos visto o resultado. Bom, deve dar fructos pois organizar caçadas de urso e ampliar a casa não sai barato, ainda que não seja suficiente para arranjar uma bela mulher, porém, já dá para pagar as visitas a sites de consolo. Quanto ao gosto, parece que o guru, para surpresa nossa, se inclina para o padrão “euroasiático”:


E assim vai Lobão em direcção ao abismo, tal e qual o povo brasileiro, movido pela emoção despertada pela corrente prá frente... Daqui a algum tempo descobrirá que foi enganado, novamente, e tudo vai ficar na mesma, ou não, afinal, parece que nada voltará a ser como antes nos trópicos. Mas ainda que Lobão descobrisse a tempo que foi enganado, nada faria. O Mano Brown que o diga...   

* Pressionem control e F e depois procurem por oakwoodwolf3.


1 comentário:

  1. Lobão, Romeu Tuma Júnior, etc, ontem estavam ao lado do PT e o serviam. Agora alijados da máfia que serviam se rebelam e lançam a merda no ventilador. E tem quem acredite que o fazem por altas cnsiderações morais e ou patrióticas.

    ResponderEliminar